A Medicina do Estilo de Vida

A Medicina do Estilo de Vida envolve o uso terapêutico do estilo de vida, como alimentar-se com alimentos integrais, uma dieta baseada em plantas, exercícios, controle do estresse, cessação do tabaco e do álcool e outras modalidades não medicamentosas, para prevenir, tratar e, muitas vezes, reverter as doenças crônicas relacionadas ao estilo de vida e que estão muito prevalentes.

Nutrição

Nutrição

EXERCÍCIO

EXERCÍCIO

FUMO E ÁLCOOL

FUMO E ÁLCOOL

GERENCIAMENTO DO ESTRESSE

GERENCIAMENTO DO ESTRESSE

SONO

SONO

RELACIONAMENTOS

RELACIONAMENTOS

Por que a Medicina do Estilo de Vida é essencial para a saúde e os cuidados de saúde sustentáveis?

O aumento da tendência das doenças crônicas e dos gastos relacionados com a saúde no Brasil e no mundo está ficando insustentável. O Diabetes tipo 2 sozinho é uma pandemia global iminente com consequências incalculáveis.

Dito isto, porém, fique sabendo que há boas notícias.

A boa notícia é que 80% ou mais de todos os gastos de saúde estão ligados ao tratamento de condições enraizadas nas escolhas de estilo de vida precárias. A doenças crônicas e condições - como a hipertensão, doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2, obesidade, osteoporose, vários tipos de câncer - estão entre as mais comuns, dispendiosas e evitáveis de todas as condições de saúde.

Sobre o Equilibrium

O Centro Equilibrium - Medicina Individualizada vem realizando atendimento médico em Medicina Funcional com foco em Estilo de Vida há mais de 30 anos. Venha conhecer uma forma bem diferente de atendimento médico, que tem como foco a prevenção e a orientação do paciente, buscando juntamente com ele o atingimento de suas metas individuais.

Leia em Vitamina D

  • Deficiência de Vitamina D em homens pode aumentar o risco de cefaléia crônica

    Uma nova pesquisa européia sugere que a falta de vitamina D poderia ter outro efeito sobre a saúde, aumentando o risco de dor de cabeça crônica em homens.

  • Vitamina D e um sono bom e o gerenciamento da dor

    Após uma revisão das pesquisas publicadas sobre a relação entre vitamina D, sono e dor, os pesquisadores sugerem que a suplementação de vitamina D, juntamente com uma boa higiene do sono, pode oferecer uma maneira eficaz de administrar a dor em condições como artrite, dor nas costas crônica, fibromialgia e cólicas menstruais.

  • Menos radioterapia necessária se houver mais vitamina D (câncer de pulmão no laboratório) - março de 2017

    A vitamina D melhora a sensibilização do câncer de pulmão para a radioterapia

  • Vitamina D - novo estudo sugere que ela ajuda a diminuir o risco de câncer

    A vitamina D e o cálcio, há muito reconhecidos como importantes para a saúde óssea, atraíram o interesse clínico nos últimos anos por seus potenciais benefícios não esqueléticos, incluindo a prevenção do câncer.

  • Vitamina D permite prever a agressividade do câncer de próstata

    Pesquisadores americanos sugerem que há uma ligação entre os níveis baixos de vitamina D e a agressividade do câncer de próstata, é o que mostra um estudo publicado no “Journal of Clinical Oncology”.